MUNDO - SUBCONTINENTE INDIANO E VIZINHOS


Esta região está separada do resto da Ásia pelos Himalaias. No outro extremo está o Sri Lanka. Deserto na zona do Afeganistão e Paquistão e planícies férteis junto aos rios na Índia e Bangladesh.

- Outras informações sobre o SUBCONTINENTE INDIANO E VIZINHOS

Escolha um destino...

Afeganistão
Montanhas (até 6000 metros) muito bonitas e com neve permanente. Desértico ou semidesértico no Sudoeste e Norte. O rio Amudária corre a Norte. No "passo de Khyber" (antiga rota comercial entre a Pérsia e a Índia) há uma mesquita (Séc.XII) em Herat (Oeste). O país formou-se pela junção de várias tribos (Séc.XVIII). Muitos conflitos, sendo o último a ocupação soviética em 1979 que durou 10 anos. Continuam os conflitos entre tribos, neste que é um dos países mais pobres do Mundo.
Arménia
Os Arménios são um dos povos mais antigos do Mundo (VII AC). No planalto entre o Mar Negro e o Mar Cáspio. Independente desde 1991. Guerra contra o Azerbaijão. Boa agricultura e recursos minerais.
Azerbaijão
Independente desde 1991. Guerra contra a Arménia (1992-1994). Boa agricultura graças às terras bem irrigadas. Algodão, petróleo (Baku e Mar Cáspio). Minerais, ferro e cobre, nas montanhas do Cáucaso. As águas junto à capital estão poluídas por causa do petróleo.
Bangladesh
A maior parte do país é inundado no verão pelas águas dos três grandes rios cujo delta é exactamente nesta região. Agricultura com forte cultivo de arroz. Casas construídas sobre estacas nos pontos mais elevados do terreno. Ciclones frequentes. Foi território inglês até 1947 e fazia parte integrante de Bengala. Quando foi dada a independência à Índia e ao Paquistão, este território passou a ser o Paquistão Oriental (parte muçulmana de Bengala). Independente desde 1971 depois de duros combates contra o Paquistão Ocidental. Desenvolvimento muito lento e baixo nível de vida.
Butão
Muito montanhoso (até 7500 metros). Impõe fortes limitações ao contacto com o resto do Mundo, o que garante a preservação da cultura e das tradições que ainda hoje se apresentam aos poucos turistas, de forma muito genuína. País de agricultores pobres que subsistem dos produtos que cultivam. Mosteiros fortificados. Florestas em estado virgem.
Geórgia
Este povo habita o Cáucaso desde o tempo de Jesus Cristo. Independente desde 1991. Guerra Civil. Pela capital passava uma antiga rota comercial entre a Europa e a Ásia. Indústria com alguma força. Cordilheira de montanhas. Agricultura subtropical. Recursos minerais.
Índia
Segundo país mais populoso do Mundo. Uma das civilizações mais antigas do Mundo. Muito massacrada por invasores. Independente desde 1947. Até lá era território Britânico. É um país Hindu (apenas no Nordeste há uma minoria que não é Hindu), com um vizinho Muçulmano radical (Paquistão) o que tem resultado em conflitos violentos. Actualmente mantêm-se o conflito, sobretudo em relação a Caxemira, território que controlam. Mas também pelo apoio à independência do Bangladesh que foi em tempos o "Paquistão Oriental". Agricultores pobres que vivem maioritariamente dos terrenos férteis em torno do Ganges e do Bramaputra. Árido no interior do planalto do Decão e também pouco povoado. Cidades muito povoadas e com muitos bairros de lata. Forte na indústria. Tecnologias de ponta. Produção de energia nuclear, pesquisa aeronáutica e espacial. Produção de componentes de electrónica e computadores. O país tem-se desenvolvido com a ajuda do investimento exterior. Petróleo, carvão e ferro. Tradicionalmente a estratificação social era feita por castas. Actualmente esta divisão está legalmente abolida mas continua a condicionar as relações de amizade, os casamentos e as oportunidades de trabalho. Turismo relacionado com a cultura e com os monumentos e edifícios, como é o caso do Taj Mahal (Séc.XVII) que foi encomendado por Shah Johan.
Irão
Desértico e semidesértico. Muito quente no verão e frio no Inverno. País muito antigo que remonta ao Séc.VI AC (antiga Pérsia). Era um país muito pobre, que acentava numa sociedade feudal islâmica. Petróleo no Sudoeste. O país tem estado muito fechado às relações com outros países, em boa parte pelo conhecido apoio ao terrorismo por parte dos fundamentalistas islâmicos. O país foi invadido pelo Iraque (1980), o que resultou numa agressiva guerra que durou quase 10 anos. Indústria sobretudo junto à capital. Agricultura intensiva nas montanhas de Elburz e nas terras baixas do Cáspio.
Maldivas
Independente desde 1968. Atóis baixos. Paisagem bucólica que atraem o turismo. Pesca. Exportação de atum.
Nepal
Planícies quentes e húmidas, junto ao Ganges. Montanhas (até 8.848 metros, no Everest, o ponto mais alto do Mundo) que justificam o turismo. País pobre. Agricultura em socalcos. Florestas intensamente explorada e actualmente em recuperação. Katmandu é uma cidade antiga (723 DC). O país foi constituído em 1769 e a sua fundação está intimamente ligada aos lendários Gurcas, homens de reconhecida coragem em acções militares. Actualmente ainda há conflitos frequentes com a Índia.
Paquistão
Divide-se em três regiões. Os "Himalaias" (Norte), tem muita água mas pouco terreno de cultivo. O "Indo", com planícies com pouca água e que vai até ao deserto. Bom sistema de irrigação. O "Balochistão", muito pouco populado e árido. Entre o Paquistão e o Afeganistão há uma passagem chamada "Passo de Khyber" que foi rota comercial entre os dois países e foi por aqui que passaram os exércitos que saíram para conquistar a Índia. Em 1947 a Inglaterra terminou o seu controlo sobre Bengala e em 1971 o Paquistão Oriental separou-se da parte Ocidental, formando o Bangladesh. Conflitos frequentes com a Índia. Grande esforço de industrialização. Têxteis, curtumes, maquinaria e equipamentos de defesa. Carvão, gás natural e outros. A maior parte do país ainda vive da agricultura. Exportação de arroz. Problemas com a entrada de refugiados vindos do Afeganistão.
Sri Lanka
Chamou-se Ceilão no tempo do domínio Britânico (1796-1948). Esta ilha foi ponto de comercio (café, chá, etc.) durante mais de 5000 anos. Conflitos entre os Cingaleses (maioria) e os Tâmil (minoria). Agricultura de subsistência. Comercio e indústria sobretudo junto à capital. Turismo maioritariamente relacionada com os monumentos antigos.