MUNDO - EUROPA CENTRAL


Terras de cultivo e florestas entre as planícies da Polónia e o Vale do Danúbio. O resto é montanhoso. Agricultura nas terras baixas e floresta ou pastagens nas terras altas. A costa calcária do Adriático tem pouca vegetação. O litoral é muito bonito, com as ilhas gregas.

- Outras informações sobre a EUROPA

Escolha um destino...

Albânia
Montanhoso. Boas condições naturais para a agricultura. Clima mediterrânico. Boa quantidade de água. Grande quantidade de colheitas. Independente da Turquia desde 1912. Invadida por Itália durante as 1ª e 2ª Guerras Mundiais e pela Alemanha em 1943. Em 1944 o guerreiro Enver Hoxha libertou o país, mas implementou um regime comunista pouco flexível, muito autonomo e pouco relacionado com o resto do Mundo. Em 1985 houve alguma liberdade que surgiu após a morte de Hoxha. É ainda um dos países mais pobres da Europa, o que leva a uma grande emigração.
Bósnia-Herzegovina
Foi conquistada em 1463 pelos Otomanos e em 1992 ficou independente da Jugoslávia. Terrível guerra entre muçulmanos, sérvios e croatas, envolvendo também a Croácia e a Jugoslávia. Em 1995 assinou-se o acordo de paz de Dayton, ficando sob o controlo da NATO. Sarajevo ficou muito destruída.
Chipre
Montanhoso. Bases militares da Grã-Bretanha, usando da sua posição mediterrânica, estratégica. Independente desde 1960. Maioria da população é Grega e a minoria é Turca. Em 1974 a Turquia invadiu a ilha. O turismo é a principal fonte de divisas e é forte no Sul.
Croácia
Independente durante a 2ª Guerra Mundial e depois reintegrada na Jugoslávia, voltando a separar-se em 1992. Alpes Dinários a Ocidente e terras baixas, ferteis, com rios, a Oriente. A Croácia, antes da guerra, era muito próspera, com indústrias e turismo no litoral adriático. Ficou destroçada com a guerra de 1991-1995.
Eslováquia
Terreno montanhoso. Dominada por outros países e independente da antiga Federação Checoslovaca, em 1995. Centro económico na capital Bratislava. Desportos de Inverno nas montanhas e florestas. Parques Naturais nas terras altas. Instalação de sistema hidroeléctrico no Danúbio.
Eslovénia
Dependente da Federação da Jugoslávia durante 1000 anos. Em 1991 obteve a independencia, quase sem conflito. Bonitas paisagens. Alpes Julianos (2.864m). Turismo. Indústria. Na capital, Ljubljana, há edifícios barrocos.
Grécia
Centro do Mundo Ocidental em 500AC. Grande impacto na cultura, línguas, arquitectura, ciência e politica do Ocidente. Perdeu influencia com a ascensão do Império Romano. Independente em 1830 do Império Otomano do qual se libertou pela força das armas. Montanhas calcárias, solos pobres e pouca vegeração. Pouca água. Pouca agricultura. Poucos recursos minerais. Algumas pedreiras de mármore. Um dos países mais pobres da União Europeia. Ocupada pela Alemanha na 2ª Guerra Mundial, seguida de guerra civil e muito tempo de regime militar. Regresso da democracia em 1974. Grande litoral muito bonito e com muitas ilhas. Forte turismo que garante a maior parte do rendimento do país. Forte produtor de azeite. Grandes empresas de transportes maritimos.
Hungria
Planícies ferteis com diversidade agricola. Exportação de produtos agricolas e maquinaria. Campos a Oeste do Danúbio, até ao Mar Negro, com termas, cidades antigas, vinhas e pomares. O centro de férias no Lago Balaton é muito conhecido. Indústria de extracção de carvão, banxite e outros. O Sodoeste foi conquistado no Séc.IX por cavaleiros magiares que falavam uma língua própria parecida com o Finlandês. Depois foi dominado pelos Turcos e a seguir uniu-se com a Austria. Depois da 1ª Guerra Mundial ressurge com identidade própria. Sob domínio comunista depois da 2ª Guerra Mundial. 1/5 da população Hungara vive na capital Budapeste, cidade que representa um importante centro cultural e industrial. Os grandes embaixadores da música Hungara são Bartók, Kodály e Liszt.
Jugoslávia
É neste momento composta apenas por uma Federação do Montenegro e da Sérvia. As sanções internacionais relacionadas com a guerra da Bósnia e o afluxo de refugiasdos minaram a economia do país. 2 milhões de Albaneses vivem no Kosovo sujeitos a repressão. Com estabilidade política o país pode desenvolver-se com base nos recursos minerais, industriais e agricultura nas planícies do Danúbio.
Macedónia
Independente em 1992. Partilha o nome com uma provincia Grega, o que gera alguns inconvenientes políticos. O país tem também uma minoria Albanesa o que gera alguns problemas etnicos. A economia foi muito afectada pelo bloqueio Grego e pelas sanções contra a antiga Jugoslávia.
Polónia
País colonizado pelos Eslavos no Séc.X. Nos Séc.XIV e XVII este foi um dos mais poderosos reinos da Europa. A planicie setentrional foi ponto de entrada para os países visinhos que dominaram a Polónia. Na 2ª Guerra Mundial morreram mais de 6 milhões de Polacos. Neste momento quase não existem minorias étnicas na Polónia, graças aos reajustes de fronteiras. Grandes extensões agricolas. O país tem recuperado economicamente desde 1945. Turismo no litoral Báltico e minas de carvão no Sul da Silésia. Industrias fortes, das quais os estaleiros Gdansk são o melhor exemplo. Aqui nasceu o "solidariedade", o primeiro sindicato independente na Europa de Leste, desde a guerra e que fez frente ao regime comunista. Eleições livres em 1989. Núcleo medieval de Cracóvia onde está a mais antiga universidade Polaca (1364). Varsóvia foi totalmente reconstruida. O mesmo se passou em Torum, cidade hanseática. O Sul, com industrias de carvão mal equipadas, está muito poluído.
Républica Checa
Laços fortes com a Europa Ocidental ao longo da história. Sede do Império Alemão do sacro Império Romano no Séc.XIV. Universidade Carolíngia. Brno é uma cidade muito antiga. Boa agricultura. Clima Continental. Carvão e urânio. Mão-de-obra especializada. Desenvolvimento retardado pela 2ª Guerra Mundial e por quarenta anos de regime comunista. A República Checa nasceu em 1993 com a dissolução da Checoslováquia. Muitos Checos opuseram-se à separação da Eslováquia. O turismo tem crescido fortemente.