MUNDO - ÁSIA DO SUDESTE


Muitas ilhas de interior montanhoso e litoral extenso. Recifes de coral e atóis. Actividade vulcânica. Muita vegetação, em alguns casos de floresta tropical. Forte agricultura em Java.

- Outras informações sobre a ÁSIA

Escolha um destino...

Brunei
No litoral Noroeste do Bornéu, que chegou a controlar parcialmente. Tratado com o Reino Unido (Séc.XIX) para protecção contra os piratas. Independente desde 1984. Governado pelo sultão. Dividido a meio por uma faixa de terra, território da Malásia. Interior montanhoso com florestas. Pobre no interior e rico no litoral. A borracha foi a principal fonte de riqueza. Actualmente é a extracção de petróleo e gás natural. Forte investimento estrangeiro. Não há impostos sobre o rendimento.
Camboja
O império "Khmer" foi em tempos poderoso (Séc.VI a XV). A antiga capital é Angkor Wat, cujas ruínas merecem bem uma visita. Foi durante bastante tempo atacado pelos países vizinhos. Foi protectorado francês a partir de 1863. Independente desde 1954. Envolvido na Guerra do Vietname. Regime muito duro, de 1975 a 1979, liderado por Pol Pot. Guerra civil. Intervenção da ONU em 1991. Alguma recuperação depois disso. Muita chuva. Montanhas com floresta. Exportação de madeira e borracha. Cultivo de arroz e viveiros de peixe nas planícies dos rios Mekong e Tonle Sab.
Filipinas
Mais de 100 grupos étnicos. Maioritariamente de origem Malaia. Montanhoso. Os primeiros colonos construíram socalcos e sistemas de condução de águas para cultivo de arroz. Território espanhol (1565-1898). Influência espanhola substituída parcialmente pela influência americana. Independente desde 1946. Desenvolvimento da exploração dos recursos naturais na época colonial. Ilhas vulcânicas. Produção de ananás, cana-de-açúcar e madeira. Problemas com a desflorestação excessiva. O país sofreu bastante durante a 2ª Guerra Mundial. Depois disso houve problemas internos com as guerrilhas. Depois da liderança do presidente Marcos, veio um governo mais liberal que possibilitou o desenvolvimento da agricultura, exploração das madeiras, minério e indústria.
Indonésia
Quarto país mais populoso do Mundo. São quase 14.000 ilhas. Vulcões e sismos frequentes. A ilha de Krakatoa é um exemplo do que um vulcão é capaz de fazer no que toca a destruição. Montanhas altas. Chuvas abundantes. Temperaturas altas. Floresta tropical. Território Português de 1509 a 1619. Território Holandês de 1619 a 1945. Independente desde 1949. Terreno alcalino na zona de Java e ácido na zona de Samatra. A região de Java é muito mais populosa do que por exemplo Samatra, Kalimantan e Irian Jaya. Arroz, café e chá. Exportação de borracha, óleo de palma e madeira. Extracção de petróleo e gás natural. Industria bem desenvolvida, sobretudo nas áreas como a electrónica e aeroespacial. Energia hidroeléctrica. Minerais. Turismo sobretudo na ilha de Bali. País diversificado mas relativamente estável. Apesar do problema com a ocupação de Timor Leste em 1976. Este antigo território Português é hoje novamente livre.
Laos
É um dos países mais pobres do Mundo. Problemas internos e intervenções externas. Montanhoso. Floresta. De muito difícil acesso. População Laociana que vive junto ao Mekong e também povos da montanha. No Mekong cultiva-se arroz e só aí se nota algum desenvolvimento. Território Francês até 1954. População pobre que sofreu com a guerra do Vietname. Agricultura de subsistência.
Malásia
Resulta da unificação da península continental malaia, Sabah e Sarawak, em 1963, após a 2ª Guerra Mundial. Grande diversidade étnica. Boa economia. O país está separado pelo estreito de Malaca que é a rota por mar entre a China e a Índia. Malaca foi a capital e são ainda visíveis as marcas das passagens dos Portugueses e dos Holandeses. Extracção de estanho na costa Oeste, no Séc.XIX. Clima quente e húmido. Plantações de borracha. É um dos maiores exportadores mundiais de madeira que vem sobretudo de Sabah e Sarawak. Boa indústria.
Mianmar (Birmânia)
Altas montanhas. Mandalay (interior) e o centro cultural. Yangon (Rangum), no Sul, é capital e tem um bom porto. Três grandes rios. Teve o primeiro contacto com os Ingleses em 1612 e foi tomado em 1886. Clima de monção. Exportação de arroz e madeira de teca. Florestas. Invadidos pelo Japão na 2ª Guerra Mundial, altura em que foi muito destruído. Independente desde 1948. Ficou logo a seguir sob ditadura militar e forte repressão. Alguma liberalização política nos anos 80. Progresso económico a partir de 1990. Investimentos estrangeiros recentes. Extracção excessiva de madeira. Alguma agitação popular. Faz parte do "triângulo dourado" que produz grandes quantidades de ópio.
Singapura
Quase desabitada até ao Séc.XIX. Controlo Britânico. Grande imigração de Chineses. Ocupada pelo Japão na 2ª Guerra Mundial. Independente em 1959. Por algum tempo esteve unida à Malásia e em 1965 voltou a ser independente. Depois de forte redução das relações comerciais com a China, focou o desenvolvimento nos produtos financeiros internacionais, nos equipamentos de informática e nas telecomunicações. Tudo isto sob a orientação de Lee Kuan Yew, de 1959 a 1990. O turismo também se tem desenvolvido bastante.
Tailândia
Apesar de ocupada por um curto período de tempo pelo Japão, na 2ª Guerra Mundial, o país conseguiu manter-se independente durante o período colonial. Cultura pouco influenciada pelo exterior. Muitos templos e outros monumentos antigos. Clima de monção. Cultivo de arroz (a Norte de Banguecoque). Extracção de borracha. Madeiras (sobretudo Teca) no Norte. Indústrias de têxteis, electrónica e turismo. Problemas com a pesca excessiva, derrube de árvores e também com o crescimento descontrolado da capital (6 milhões de habitantes).
Vietname
Depois da 2ª Guerra Mundial a França tentou retomar o controlo do país mas desistiu em 1954, após a derrota na batalha de Dien Bien Phu. O país foi dividido em dois, pelo paralelo 17ºN, com dois regimes totalmente diferentes um do outro (comunismo no Norte), o que resultou numa guerra que durou de 1964 a 1975. Os EUA envolveram-se fortemente nesta guerra, a favor do Vietname do Sul e saíram derrotados, após desgastante "guerra de guerrilha" em que as regras de combate foram constantemente "rescritas". O país voltou então a unir-se em 1976, sob o regime comunista do Norte. Ficou no entanto muito destruído e esta guerra acabou com muitas vidas. Houve também grandes problemas com os refugiados e outros do foro económico, com as florestas queimadas pelo Napalm. Passou depois um período de grandes restrições impostas pelo regime comunista que mais tarde foi modificado, permitindo o apoio dos EUA ao desenvolvimento, baseado sobretudo nas indústrias do Norte do país.