MUNDO - AMÉRICA DO SUL


Cordilheira dos Andes na costa Ocidental. Planaltos das Guianas no Norte, junto ao Atlântico. Floresta Amazonica, cuja bacia cobre 1/3 do Brasil e o planalto vai até às pampas na Argentina e Uruguai.

- Outras informações sobre a AMÉRICA

Escolha um destino...

Argentina
Independente de Espanha desde meio do Séc.XIX, depois de uma longa guerra civil. As pampas são enormes planícies que foram colonizadas por Europeus e que fizeram deste, um grande exportador de carne, lã, curtumes e cereais. No início do Séc.XX era um dos países mais ricos do Mundo, mas duas guerras Mundiais tiveram fortes efeitos negativos na economia. Em 1955 Juan Perón foi derrubado por golpe militar que destronou o seu governo, iniciado em 1946. Só em 1983, com alguma estabilidade política, o país começou a desenvolver-se, mudando a tendência verificada até aí. Recursos agrícolas como as vinhas de Mendoza e os carneiros da Patagónia. Energia hidroelectrica e turismo nos Andes. A capital tem grande densidade populacional (1/3 da população) e é uma cidade muito metropolitana. Conflito com a Grã-Bretanha em 1982 na disputa das Falklands (Malvinas).
Bolívia
Recursos minerais como a prata. Colónia Espanhola desde o Séc.XVI até à independência em 1825. Instabilidade política. População muito pobre. Origem Ameríndia. Altiplano e terras baixas amazónicas. Exportação de minerais como o estanho. Forte tráfico de cocaína.
Brasil
Quinto maior país do Mundo e o quarto mais populado. Muitos contrastes. São Paulo (18 milhões de habitantes) é sede de grandes empresas, nomeadamente industrias, enquanto o Rio de Janeiro é uma cidade mais descontraída e turística. Na Amazonia há indios que vivem de forma tradicional. Território Português desde o Séc.XVI até à indepedência em 1822. Os Portugueses trouxeram grandes quantidades de escravos de África para as plantações de cana-de-açucar que deram origem à população mestiça que hoje é maioritária. Constante crescimento económico apenas retardado pelas sucessivas crises financeiras. Grandes minas e plantações de café. Exportação de automóveis, computadores, aviões e equipamento de defesa. Algum petróleo. Metanol, resultante da cana-de-açucar, usado como combustível para motores. Energia hidroelectrica. Região Amazonica com exportações mineiras, florestais e criação de gado que causam preocupações ambientais. A Amazonia é o maior "pulmão" do Mundo. Grande mistura racial. Desigualdade económica e social. Favelas (bairros de lata) enormes, contrastam com as cidades desenvolvidas. O movimento dos "sem-terra" tem causado algumas tensões políticas.
Chile
Região central fértil e de clima mediterrânico. A capital aloja 1/3 da população. Deserto a Norte. Temperaturas baixas no Sul, onde se criam ovelhas. Exportação de vinho e fruta. Exploração mineira (cobre e outros minérios). Industria da transformação de peixe, têxteis e cimento. Independente da Espanha, em 1818, pela força das armas. O território cresceu para Norte, entre 1879 e 1893, por conquista ao Peru e à Bolívia. Em 1973 o General Pinochet derrubou por golpe militar, o governo de Salvador Allende. Desde 1990 há alguma estabilidade política e paz.
Colômbia
Os Espanhois chegaram no Séc.XVI, atrás de ouro. Em 1819 foram finalmente expulsos. O país está dividido desde essa altura, o que causa problemas sociais. Grandes plantações de algodão e cana-de-açucar nos vales e pequenas explorações agrícolas nas montanhas e terras baixas interiores, onde se produz café e outras culturas. Esmeraldas, metais preciosos, carvão e outros minerais. A capital (5 milhões de habitantes) centraliza comercio e indústria. Planícies de pastagem e florestas a Leste. Região pouco explorada. O tráfico de droga (marijuana e cocaína) é controlado por poderosos "carteis". Este negócio está a ser fortemente combatido, mas há a grande dificuldade causada pelo enraizamento deste meio de subsistencia, aos níveis mais baixos da sociedade, que dele dependem.
Equador
Os Incas do Peru, no Séc.XV, conquistaram o Equador. 100 anos depois, o território passou para os Espanhois. Independente em 1830. Planície húmida no Litoral. Exportação de bananas, café e outras. Indústria em Guayaquil. Petróleo nas terras baixas da região amazónica. Instabilidade política.
Guiana
Chamava-se Guiana Britânica. Independente desde 1966. Foram trazidos escravos de África e trabalhadores da Ásia, para as plantações de cana-de-açucar e arroz. Ainda hoje os descendentes estão divididos por questões etnicas. Praticamente toda a população vive nas terras baixas, junto ao litoral. O interior é muito pouco explorado.
Paraguai
A capital é o único porto do país e também a única cidade de alguma dimensão. Cultivo de algodão, cereais e cana-de-açucar, bem como, criação de gado, a Leste do Rio Paraguai. Planícies e pântanos muito pouco povoados no Oeste. Energia hidroeléctrica. Independente da Espanha desde 1811. Repressão de sucessivos governos.
Peru
Planície desértica na Costa. Rios vindos dos Andes desaguam no mar. Grandes plantações de frutos tropicais. Cidades ao logo do Litoral. A capital tem a mais antiga (1551) universidade do continente. Tem 6 milhões de habitantes e muitos bairros de lata. Industria conserveira (peixe), têxteis e metalúrgicas no Litoral. Nas montanhas, os "campesinos", de origem ameríndia, são pobres e sobrevivem da agricultura. Nas terras baixas (Leste) há exploração de petróleo. Mas é uma região muito pouco explorada. Foi o centro da civilização Inca. "Cuzco" e "Machu Picchu" são os melhores exemplos dessa existência. No Séc.XVI os Espanhóis quase destruíram esta civilização. Independente desde 1821. Guerra civil. Tráfico de cocaína.
Suriname
Floresta e savana no interior. Metade da população vive na capital. Exportação de bauxite e alumínio. Produção de arroz e cana-de-açúcar. Independente da Holanda em 1975.
Uruguai
Independente da Espanha em 1828. Guerra civil e juntamente com a Argentina e Brasil, contra o Paraguai, que duraram até 1870. Imigração. Produção de carne, lã e cereais. Estabilidade e desenvolvimento até meio do Séc.XX. Depois houve recessão e agitação popular. Depois de 1984 houve melhorias económicas. Crescimento do turismo e aparecimento de empresas financeiras.
Venezuela
Domínio Espanhol até ao Séc.XIX. Nessa altura era um país pobre. Mas descobriram petróleo, cerca de 100 anos depois, no lago Maracaíbo e tudo mudou. Depois também descobriram petróleo no Delta do Rio Orenoco. Nos anos 80 volta à recessão. Industria no Litoral, sobretudo muitos bairros de lata. Criação de gado no interior e floresta nas terras altas, onde vivem os índios. Petróleo, bauxite e minério de ferro. Turismo nas praias bonitas e bem tratadas, nas florestas tropicais e no "salto Ángel" (979 metros, a mais alta catarata do Mundo). A maioria dos alimentos é importada.