MUNDO - ÁFRICA CENTRAL


Terras altas a rodear uma cadeia de lagos do Rift, separa a África Oriental da bacia do Congo (floresta densa). Planícies da Nigéria a Ocidente. Sahara no Chad Setentrional. Rios Congo e Níger que desaguam no Atlântico.

- Outras informações sobre a ÁFRICA

Escolha um destino...

Burundi
País controlado pelos Tutsi (em minoria), desde o Séc.XVI. A maioria é Hutu. Conflitos etnicos. Independente da Bélgica desde 1962. Em 1993/4, 1 milhão de pessoas refugiou-se em campos no Zaire e Tanzânia. Muitos regressaram até 1997. País montanhoso na margem do Grande Riff. Muita água. Muita agricultura. Grande densidade populacional. Produção de café. Desenvolvimento lento. Bujumbura foi fundada em 1899 quando o país era uma colonia Alemã.
Camarões
No centro há montanhas e planaltos. No Norte há savana nas terras altas e planícies áridas nas margens do Chade. A Sul, montanhas e terras baixas do litoral, são quentes, húmidas e com floresta. A Leste é mais seco e aberto. A Sudoeste a densidade populacional é maior. Alumínio, bauxite, cacau, café, gás natural, petróleo e madeira. Bom desenvolvimento. Independente desde 1961. Yaoundé é uma cidade desenvolvida. Nas florestas ainda vivem pigmeus em estado primitivo. Estiveram sob controlo Alemão mais de 30 anos, até ao final da 1ª Guerra Mundial. Nessa altura o país foi dividido entre os Franceses e os Britânicos. Com a independencia, o Norte do país, que estava sob controlo Britânico, decidiu ser integrado na Nigéria.
Chade
Maior densidade populacional no Sul. Cultivo do painço e gramineas no Sul onde há mais chuva. Deserto no Norte. Pesca no lago Chade e rios do Sul. Grandes secas nos últimos anos. Auxílio internacional. Recentes descobertas de petróleo. Ligações rodoviárias e ferroviárias, logas e difíceis. Mesmo com os países visinhos. Independente da França, desde 1960. Guerra civíl. Invadido pela Líbia em 1973, com retirada em 1994.
Gabão
Libreville nasceu em 1849 para receber escravos Africanos libertados. 1/4 da população vive aqui. Independente da França desde 1960. Urânio, manganés e petróleo. País relativamente rico.
Guiné Equatorial
Cacau, café e madeira. Pais prospero. Independente da Espanha desde 1968. Problemas políticos. Quebra económica.
Nigéria
Mais de 100 milhões de habitantes (o mais populoso de África). Haúças e Fulas no Norte, Iorubas no Sudoeste e Ibos no Sueste. Colónia Britânica entre 1914 e 1960, altura em que se tornou independente. Os Ibos quiseram a independencia, o que resultou na guerra cívil do Biafra (1967-70). Problemas políticos. Floresta tropical húmida no Sul, onde se cultiva cacau, borracha e palmeira. O Sul tem maior densidade populacional. Agricultura de subsistencia (sobretudo inhame). No norte há menos chuva mas o terreno é mais fértil. No Centro há Savana e tem muito pouca população, excepto junto a cidades como Kano. Cultura do amendoim, que é transportado de comboio para o litoral. Grande extracção de petróleo no Delta do Níger, o que trás muito dinheiro ao país. No entanto a má gestão destas riquezas resulta num nível de vida muito baixo.
República Centro Africana
Terras altas quase por todo o país. Savanas secas a Leste. Floresta húmida no Sudoeste. Exportações passam por Bangui, pelo rio Oubangui ou de comboio. Independente da França desde 1960. Governado durante 14 anos por Bokassa que enriqueceu à custa dos diamantes e marfim, o que resultou na drástica redução do número de elefantes do país. Os diamantes e a madeira são a maior fonte de divisas. Forte oportunidade para o turismo nas reservas de caça do Leste.
República Democrática do Congo (Zaire)
Chamou-se Zaire até 1997. Muitos rios e florestas. Savanas abertas e montanhas, a Leste, ao longo do Grande Rift. Produção de energia hidroelectrica. Cobre, prata e outros metais, no Sueste. Diamante e cobalto. Algum café, borracha e algodão. Agricultura de subsistencia. Um dos mais pobres países do Mundo. O antigo império do Congo, estabeleceu um negócio de escravos para as Américas. O primeiro contacto com Europeus foi com Portuguêses. Domínio Belga no Séc.XIX. Investimento estrangeiro em minas. Independente em 1960. O General Mobutu tomou o poder em 1965 e só saiu em 1997, forçado pela invasão de Kabila. Nessa altura mudou de nome para Congo.
República do Congo
Muita chuva. Floresta densa no Sul. Grandes pântanos no Norte (planicies), onde por vezes acontecem grandes inundações. Petróleo, madeira, açucar e café (grandes plantações). Agricultura de subsistencia em pequenas parcelas. Brazzaville foi fundada em 1880. Em 1910 era a capital da África Equatorial Francesa. Independente desde 1960. Instabilidade política. Em 1997 a guerra cívil liderada por Sassou Nguesso, afastou o presidente Pascal Lissouba.
Ruanda
Independente da Bélgica em 1962. Em 1994 o Zaire Oriental e a Tanzânia receberam nos seus campos de refugiados, milhões de pessoas que fugiam à guerra entre a minoria Tutsi (rebeldes) e a maioria Hutu (milicias). Em 1996 regressaram 600.000 pessoas. Terras altas, intensamente cultivadas na maior parte do país (socalcos nas encostas). A excepção é o lago Kivu. Agricultura de subsistencia. Píretro e café. População muito pobre.
São Tomé e Príncipe
Duas ilhas. "São Tomé" e "Príncipe. Governadas pelos Portugueses (Séc.XVI) que fizeram grandes plantações de cacau. Independente desde 1975.
Uganda
Protectorado Britânico em 1895, juntou os reinos daquele território. Independente desde 1962. Prospero até essa altura (café e algodão). Rivalidades étnicas desde 1962. Repressão pelo presidente Amin (1971-79). Comunidade asiática, expulsa e os bens confiscados. Terras férteis e com muita água, junto ao lago Vitória. Reservas de cobre, ouro e cobalto. Turismo relacionado com as cataratas e reservas de caça. Problemas sérios com a SIDA.